Prefeitura detalha efeitos da crise econômica na cidade em balanço de 2017

A crise econômica que atinge o país e o estado deixou suas marcas também na cidade do Rio de Janeiro. No balanço sobre o ano de 2017, a Prefeitura elencou alguns dos efeitos da recessão na economia da cidade.

 Um dos sintomas mais evidentes é a queda na arrecadação: só com Impostos sobre Serviços (ISS), os cofres municipais deixaram de receber R$ 336 milhões, uma redução de 4,7%. No caso do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), a queda na arrecadação foi de R$ 1,5 milhão.
Para a saúde, o impacto incidiu principalmente no repasse do Sistema Único de Saúde (SUS). Ano passado, o repasse foi de R$ 90 milhões, uma queda de 6,1%. O ciclo de crise na economia também atingiu o mercado de trabalho formal da cidade, que teve 50 mil empregos a menos em 2017. Na comparação com outras capitais, o Rio foi a cidade que mais perdeu postos de trabalho com a recessão durante o último ano.