Secretaria Municipal de Educação adota novo modelo de supervisão nas escolas

Secretaria Municipal de Educação adota novo modelo de supervisão nas escolas

Com início em 5 de fevereiro, o ano letivo de 2018 traz à rede, entre outras novidades, um novo modelo de acompanhamento das 1537 escolas municipais. O objetivo da iniciativa é proporcionar uma melhoria no aprendizado dos 650 mil alunos das unidades e dar mais organização na rotina de trabalho dos educadores.

Com base na corresponsabilidade, o novo modelo está estruturado em duas equipes, uma pedagógica e outra administrativa. Haverá supervisores do Nível Central, das Coordenadorias Regionais de Educação e das escolas. Para cada dois supervisores pedagógicos, o projeto prevê um administrativo. Eles farão o acompanhamento do trabalho pedagógico realizado pelas escolas e vão avaliar as necessidades de infraestrutura e de recursos humanos. O programa será iniciado com 240 supervisores, 16 dos quais diretamente ligados ao Gabinete da Secretaria Municipal de Educação.

De acordo com Clara Costa, integrante da assessoria do Gabinete, o modelo de supervisão desenhado não objetiva exercer o controle das escolas, mas apoiar as direções.

O secretário César Benjamin avaliou a formação do time de supervisores como uma nova vitória da Secretaria Municipal de Educação, porque foi construído por adesão dos professores, assim como o time dos 2500 alfabetizadores que tem como missão zerar o analfabetismo funcional na rede. Ele lembrou que a SME passou a trabalhar com dois binômios: autonomia e responsabilidade; e apoio e supervisão.